OrganicBaby - Saúde à mesa

Postado em
05 Agosto 2011

Uns dias atrás eu recebi um e-mail de uma amiga dos tempos de colégio, a Aline. Ela e o marido, o Chef Cesar Sperotto, estavam realizando um sonho: a OrganicBaby. Pois bem, a incansável dupla foi atrás dos melhores fornecedores de alimentos orgânicos da região, pesquisou muito bem o mercado (necessidades e carências) e shazam! Alô, pais, avós e toda a turma que cuida dos pimpolhos em Porto Alegre, agora tem papinhas e comidinhas 100% orgânicas e frescas à disposição (sem lactose, sem sal e sem agrotóxicos). Fui conferir de perto, e direto da fábrica, essa novidade. E eu até poderia ter feito o pedido pelo site ou por telefone, mas pensei: “puxa, quem monta uma empresa com uma causa tão nobre como esta merece mesmo é um abraço ao vivo e a cores.” Assim, cá estamos…eu e a Aline na porta de entrada da Organic.

Além de serem os “pais” desta ideia cheia de saúde, a Aline e o Cesar também são pais de uma linda pitoca, a Liz. Dá só uma olhadinha que família linda aqui. Mas voltando à fa ntástica fábrica de papinhas orgânicas,…segurança alimentar por lá é coisa seríssima (ufa!). Assim, não pude entrar aqui, ali e acolá, apenas observei a produção pelo lado de fora dos vidros.

Conheci a Nicole, a engenheira de alimentos, e a Denise, a nutricionista. Curiosidade: a Denise escreve o blog Prematuridade! Gente, e por onde anda o chefinho? Que pena, o Cesar estava alimentando os seus conhecimentos num curso em São Paulo.

Os meus filhos não são mais bebês, e já se habituaram com sal e temperos mais fortes em seus pratos. Assim, eu não tinha muitas esperanças de que eles fossem amar algo tão nutritivamente correto. Provei junto com a Cata a polenta e até acrescentamos um queijo ralado na hora, hummm…excelente.