Fica a dica: OrganicBaby

Postado em
03 Agosto 2011

As mães de Porto Alegre tem muitos motivos pra comemorar: surgiu na cidade uma empresa que traz pra família conforto e saúde: a Organic Baby. O chef de alta gastronomia, Cesar Sperotto, e sua esposa, Aline criaram a empresa após o nascimento da Liz, filha deles. Cesar já fazia a comida da filha e sempre se preocupou em ter como ingredientes produtos naturais, fresquinhos e orgânicos. Como seus alimentos era sempre aprovados pela filhota, o chef notou que no nosso país não há opções de produtos para bebês que sejam práticos e saudáveis. A família resolveu então dividir esse tipo de alimentação com os amigos e surgiu a Organci Baby. Os produtos que a empresa oferece são frescos, totalmente livres de agrotóxicos e seguem as mais rigorosas técnicas de preparo e higiene, além de contarem com profissionais especializados na área de engenharia de alimentos e nutrição. Com pitadas de carinho e dedicação, as receitas utilizam somente ingredientes de produtores, certificados conforme a Lei Federal nº 1 0.831, que regulamenta o sistema orgânico de produção.
Fala se essa dica não é tudo de bom para nossas crianças autistas? Como sabem, existe uma hipótese de o autismo ter sua causa na contaminação do corpo por metais pesados. Produtos orgânicos são livres de agrotóxicos, ou seja, livre de metais como o mercúrio, alumínio e outras químicas prejudiciais.
A Organic Baby separa seus produtos por faixa etária e exitem alguns para os adultos também (mas vamos combinar que os produtos de crianças ou bebês também podem ser consumidos pelos papais… quem nunca comeu papinha de bebê que atire a primeira pedra, rs).

Por enquanto as vendas se restringem a cidade de Porto Alegre e eles até entregam em casa. (nossa, além de não ter que cozinhar, você ainda pode pedir que chega em casa, bonitinho? Que moleza hein?)
Estamos torcendo para que a empresa cresça muito e quem sabe comece a vender para o Brasil todo!
Lu come apenas alimentos orgânicos, que vêm diretamente do Rio de Janeiro e do Sul (Aécia) pois em Uberaba ainda não existe uma feira orgânica e alguns indutrializados compramos aqui em uma loja de produtos naturais… imagina se tivéssemos a oportunidade de comprar organic baby pra ele, como seria prático e saudável?